Meu e-commerce deve utilizar um gateway de fretes agora?

Conforme já explicamos em post recente aqui no blog, um gateway de fretes é a solução responsável pela gestão qualificada de entrega das mercadorias de uma loja virtual. Em outro texto publicado em nosso portal, comentamos o grau de maturidade exigido dos fretes para e-commerces pequenos. Hoje, queremos auxiliá-lo em um processo de tomada de decisão importante: é chegado o momento de investir em tecnologia para administrar o envio dos produtos do seu estabelecimento?

Pensando em solucionar dúvidas de gestores que se perguntam se essa é a ocasião de investir em um gateway de fretes, ou se é melhor aguardar um pouco mais, separamos quatro pré-requisitos que lojistas virtuais devem apresentar nesse cenário:

Contrato com mais de uma transportadora

Nós falamos com frequência aqui no blog a respeito da necessidade de estabelecer parceria com mais transportadoras no momento de firmar políticas de frete e esclarecê-las aos clientes. Ir além do Rastreamento Correios é importante ao consumidor, que tem mais opções de preços e prazos, além de maior chance de receber o produto nas mais variadas localidades, mas também ao gestor – que pode negociar condições com diferentes empresas e, de quebra, extrair proveito disso. Nesse sentido, um gateway de fretes pode ser fundamental para interpretar todas as tabelas enviadas pelas transportadoras. Na ponta, o cliente saberá com clareza todas as opções oferecidas pela loja, o tempo que vai esperar pelo produto, além do preço real de contratação do envio.

Razoável volume de vendas

Administrar o envio dos produtos vendidos pode se tornar um pesadelo quando o volume é elevado. Em épocas de Natal, por exemplo, o trabalho é redobrado. Afinal, é necessário conciliar prazos prometidos, preços anunciados e destinos informados. Quando feito de maneira manual, esse processo dá abertura a falhas, que além de prejudicarem a imagem do seu negócio, podem acarretar prejuízos. Portanto, investir em um gateway de fretes – que automatiza o processo e oferece condições reais de envio ao consumidor – tende a apresentar mais benefícios quando o e-commerce apresenta maior movimentação de vendas.

Compromisso de entrega dos produtos

Gestores que priorizam a seriedade quando o assunto é o frete de seu estabelecimento virtual são os que mais possuem chances de serem bem sucedidos. Afinal, são inúmeras as pesquisas que demonstram atenção dos consumidores ao recebimento das mercadorias. Um sinal que explicita esse compromisso é a criação de campanhas de frete grátis – há, inclusive, uma data específica, o Shipping Day, ou dia do frete grátis no e-commerce. Um aplicativo como o gateway de fretes é capaz de gerenciar esse processo sem fazer com que o gestor assuma os custos com o envio das mercadorias.

Vontade de assumir postura estratégica em relação ao frete

Por fim, é válido destacar que um investimento em uma ferramenta que conecta plataformas e transportadoras demanda certo nível de maturidade dos gestores. É imprescindível que eles tenham dimensão da necessidade de se pensar de forma estratégica o envio de seus produtos. Para isso, a análise de relatórios é uma forte aliada desses profissionais. Nesse tipo de documento, gerado por meio do gateway, é possível avaliar em qual momento da venda o estabelecimento virtual está perdendo clientes – inclusive se é no frete. A partir dessa percepção, a loja pode mudar a postura e passar a obter melhores resultados.